Intervenção coronária percutânea

Intervenção coronária percutânea

Intervenções complexas como a oclusão total crônica, tratamento de bifurcação e doença coronária multiarterial requerem tempos longos de procedimentos, que podem aumentar a exposição dos funcionários e pacientes à radiação. A redução na espessura da escora faz com que os stents sejam menos radio-opacos e mais difíceis de ver. E a necessidade de manter uma boa qualidade de imagem, evitando nefropatia induzida por contraste, é crítica.