Healthcare IT

Integrando setores para uma gestão financeira e de recursos mais eficiente

Dados de contato

* Este campo é obrigatório
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Ao especificar o seu motivo de contato, iremos fornecer-lhe um melhor serviço.
*
*

Dados de contato

* Este campo é obrigatório
*

Detalhes do contato

*
*
*

Detalhes da Companhia

*
*
*

Hospital Bruno Born


Fundado em 1931 e, atualmente, com 188 leitos e 986 colaboradores, o Hospital Bruno Born (HBB) é o maior hospital do Vale do Taquari, que engloba outros 36 municípios. Conta hoje com uma média mensal de 1.300 internações, 3.200 pronto atendimentos, 8.500 exames de imagem e 43 mil procedimentos ambulatoriais. Suas principais especialidades são cardiologia, neurologia, oncologia, radioterapia, nefrologia, obstetrícia, pediatria, cirurgia geral e bucomaxilofacial, com destaque para casos de deformidade lábio-palatal.

Desafio


• Falta de integração entre setores.

• Falta de indicadores confiáveis.

• Falta de rastreabilidade de itens da farmácia.

• Gestão “manual” de processos.

Resultados


• Aumento contínuo do faturamento, chegando a 147% em 10 anos sem incremento de leitos.

• Análise de resultados (faturamento e qualidade) por centro de custo e procedimento

• Redução de 97,1% nas devoluções para a farmácia.

• 274% mais agendamentos de exames.

• Aumento do valor por autorização de internação hospitalar.

Em 2009, o HBB iniciou a integração de seus setores, processos e dados por meio do sistema de gestão em saúde Tasy.

 

Com o sistema, o HBB viu seu faturamento crescer 147% em dez anos, partindo de uma receita de aproximadamente R$ 43 milhões para R$ 108 milhões.


“O Tasy nos trouxe a visão do todo do hospital. O sistema conseguiu auxiliar na melhoria dos processos, na integração dos colaboradores e, principalmente, no planejamento estratégico e financeiro”.

Cristiano Dickel – Diretor executivo do Hospital Bruno Born.  

Apesar de seu porte, o HBB era gerenciado de forma "manual", desintegrada e desestruturada, explica Cristiano Dickel, diretor-executivo do hospital.

 

“O controle financeiro era realizado por meio de planilhas. Os indicadores não eram validados, não havia rastreabilidade no processo de controle de estoque e a prescrição não era integrada à farmácia. Não se tinha uma interação entre setores e equipes”, avalia.

 

Com a implantação do Tasy, o Hospital Bruno Born passou a medir seus resultados por centro de custo e por procedimento, direcionando recursos para áreas mais rentáveis, como a clínica de fertilização e o conceito de paciente-dia. Uma vez implantado, o sistema permite a análise de todas as margens de lucro dos serviços, medicamentos e materiais, facilitando a identificação dos procedimentos mais

rentáveis para a instituição.

Com a implantação do Tasy o Hospital Bruno Born passou a:

 
  • Aumentar o seu faturamento ano a ano.
  • Medir seus resultados por centro de custo e por procedimento.
  • Analisar as margens de lucro dos serviços, medicamentos e materiais, facilitando a identi­cação dos procedimentos mais rentáveis para a instituição.
  • Analisar todas as produções e volumes e percentuais de ocupação diariamente, por hora e por minuto.
  • Aumentar rastreabilidade dos medicamentos desde a central de preparo até o leito
  • Reduzir o número de devoluções de medicamentos não administrados.
  • Gerenciar de forma estratégica a instituição com dados em tempo real no sistema Tasy.
Quer conhecer mais sobre o Tasy?
Faça o download do artigo do Hospital Bruno Born