RM BlueSeal

Faça a transição do seu departamento para as mais produtivas operações de RM livres de hélio.¹

Ímã BlueSeal

*

Dados de contato

* Este campo é obrigatório
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Ao especificar o seu motivo de contato, iremos fornecer-lhe um melhor serviço.
We work with partners and distributors who may contact you about this Philips product on our behalf.
*
*

Final CEE consent
O ímã de RM BlueSeal totalmente vedado foi projetado para simplificar sua instalação de RM, reduzir as longas e dispendiosas interrupções dos seus serviços de RM e ajudar o seu departamento a fazer a transição para as produtivas operações livres de hélio. Baseado em uma década inteira de inovação, esse ímã revolucionário funciona com apenas sete litros de hélio líquido e é totalmente vedado — proporcionando a tranquilidade de uma operação livre das possíveis complicações decorrentes do hélio.

O objetivo da Philips, com o ímã BlueSeal, é ajudar as instalações de RM a superarem os possíveis problemas relacionados ao hélio apresentados pelo projeto dos ímãs tradicionais e eliminar a dependência de um suprimento escasso de hélio enfrentada pelos departamentos de radiologia.
Ícone do hélio

Esqueça o hélio

Tecnologia de microarrefecimento.
Totalmente vedado.
Ícone da ISMRM

Projetado para facilitar a instalação no piso rebaixado e minimizar outros custos de construção

Sem duto de ventilação. 900 kg mais leve.1
Ícone de IA

Um futuro de operações de RM ininterruptas

Inteligência adaptativa.
Soluções EasySwitch.
Ícone do FOV

Projetado para alto desempenho

FOV de 55 cm.
Horas de varreduras contínuas.

Esqueça o hélio

Ao contrário da tecnologia magnética tradicional que requer cerca de 1500 litros de hélio líquido para o resfriamento durante a operação, o BlueSeal da Philips utiliza uma nova tecnologia de microarrefecimento altamente eficaz, que requer apenas uma quantidade insignificante de hélio líquido (< 0,5% do volume necessário atualmente1) para o resfriamento.
Essa fração da quantidade habitual de hélio líquido é colocada dentro do ímã durante a fabricação e, em seguida, o ímã é totalmente vedado, encerrando o precioso gás para o resto da vida. O resultado é que nenhum hélio líquido consegue escapar, nem durante uma perda repentina de hélio nem gradualmente, reduzindo as longas interrupções dos serviços de RM que podem advir de problemas relacionados ao hélio. Isso também significa que o ímã jamais precisa ser reabastecido de hélio durante toda a sua vida útil.
Tecnologia de microarrefecimento
Ímã BlueSeal da Philips com tecnologia de microarrefecimento
Projetado para ser totalmente vedado

Ímã BlueSeal da Philips totalmente vedado

Projetado para facilitar a instalação no piso rebaixado e minimizar outros custos de construção
O ímã BlueSeal foi projetado como uma solução que pode reduzir radicalmente os custos de instalação. Em um ímã tradicional, é preciso instalar longos dutos de ventilação para satisfazer os requisitos de segurança e direcionar o hélio para uma ventilação externa, em caso de perda da supercondutividade do ímã. Como o hélio líquido não pode vazar, o ímã BlueSeal não precisa de duto de ventilação, o que reduz significativamente os custos de construção.
O BlueSeal da Philips também é leve, com uma limitação mínima de instalação de 3.700 kg — cerca de 900 kg mais leve do que seu antecessor.1 Essa redução de peso pode facilitar o posicionamento, reduzir as adaptações no piso e diminuir ainda mais os custos de construção.
Projetado para instalação sem duto de ventilação

Sem duto de ventilação

Design leve

900 kg mais leve1

Um futuro de operações de ressonância magnética ininterruptas


Com os sistemas de RM tradicionais, se, apesar da extrema cautela empregada por todos os usuários de RM, um objeto de metal ficar preso ao ímã exigindo uma perda voluntária de supercondutividade, ou o ímã for submetido a um perda repentina e involuntária do campo magnético, isso poderá acarretar uma interrupção de funcionamento dos serviços de RM que poderá perdurar por várias semanas, causando uma enorme perda de receita.


O ímã BlueSeal, ao contrário, representa um passo à frente em direção a um cotidiano de operações ininterruptas e mais produtivas.1 Dependendo apenas de controles digitais exclusivos e de uma conectividade com alertas digitais ativos 24 horas por dia sete dias por semana,3 o BlueSeal da Philips pode ser descrito como o primeiro ímã alimentado por inteligência adaptativa compatível com um conjunto de funcionalidades exclusivas intitulado EasySwitch.

O objetivo das soluções EasySwitch é minimizar os períodos de inatividade inesperada em caso de um problema operacional do RM. O campo magnético do BlueSeal pode, por exemplo, ser facilmente desligado se um objeto ficar preso no túnel. Assim que o problema for resolvido, a equipe do hospital ou da Philips4 pode dar início a uma ativação automática e restaurar o campo magnético do ímã, minimizando o tempo de inatividade.

O ímã também vem equipado tanto com um compressor resfriado a água quanto resfriado a ar. O compressor resfriado a ar é utilizado como reserva caso o suprimento de água gelada esteja em falta. A inteligência adaptativa do ímã BlueSeal alternará para o compressor resfriado a ar e novamente para o compressor resfriado a água quando o abastecimento de água for restabelecido.

Projetado para alto desempenho


A mudança proporcionada pelo ímã BlueSeal não seria tão decisiva caso tivesse revolucionado apenas as operações de RM propriamente ditas. Paralelamente ao seu foco na RM, a Philips investiu pesado na criação de um projeto de ímã que proporcionasse um desempenho clínico excepcional. Graças às altamente eficientes propriedades de resfriamento do seu sistema de microarrefecimento, o ímã BlueSeal pode completar várias horas de varreduras de alto desempenho com zero mudanças no seu nível de homogeneidade. Além disso, o ímã oferece um excepcional campo de visão homogêneo de 55 cm e gradientes altamente lineares.

Conheça
a próxima tendência em equipamentos de RM

1. Comparado ao ímã ZBO do Ingenia 1.5T.

2. Estudo da Marketech, junho de 2017.

3. Requer conectividade remota.

4. Sujeito a um contrato de prestação de serviços.