Tasy EMR

Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa

Performance

operacional e administrativa em operadora de plano de saúde

*

Dados de contato

* Este campo é obrigatório
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Ao especificar o seu motivo de contato, iremos fornecer-lhe um melhor serviço.
We work with partners and distributors who may contact you about this Philips product on our behalf.
*
*

Final CEE consent

Melhore a gestão da operadora com uma solução integrada que mostra o panorama geral da operadora e também individualidades dos beneficiários.

Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa

Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa

 

Com mais de um século de existência, a instituição buscou na tecnologia o apoio para tornar mais eficiente a sua performance operacional, administrativa e financeira. Desde 2005 adotou o sistema Tasy para auxiliar na gestão de seus 220 leitos, das UTIs adulto e neonatal, de nove centros cirúrgicos, maternidade, pronto-atendimento e laboratório.

 

Em 2015, a entidade lançou o Santa Casa Saúde, um plano de saúde com o objetivo de oferecer cuidados e serviços mais acessíveis à comunidade local.

Paulo Ferla, Gerente da Operadora

“É praticamente impossível gerenciar uma operadora sem um sistema robusto como o Tasy. Entre outras coisas, ele centraliza regras regulatórias, o que representa ótima contribuição para o negócio, pois em caso de qualquer equívoco, ocorre penalização com multas pelos órgãos fiscalizadores.”.

Paulo Ferla, Gerente da Operadora

Denise de Almeida, Supervisora de apoio

“Lidamos com vários produtos e os contratos têm suas  particularidades. Por exemplo, um contrato possui teto máximo para todos os serviços, outro não contempla limite para tudo; há modalidades que preveem teto apenas para exames de imagem; existem também porcentagens diferentes de coparticipação. O Tasy nos proporciona o controle da gestão disso tudo.”

Denise de Almeida, Supervisora de apoio

Fernanda Rachel Camargo da Silva, gerente administrativa

“O Tasy torna o processo de gestão mais prático. Para análises, é possível importar várias funções e transformá-las em um indicador. Anteriormente, tínhamos que abrir quatro funções, reunir todas as informações e exportá-las para o Excel para fazer isso.” Além disso a solução atende a todas as questões de envio para a Agência Nacional de Saúde Suplementar; contém as informações que somos obrigados a enviar aos órgãos regulatórios”.

 

Fernanda Rachel Camargo da Silva, gerente administrativa

Redução no tempo de análise de contas médicas

Redução no tempo de análise de contas médicas

 

A migração para o Tasy Operadoras em HTML5 gerou redução no tempo de análise de contas médicas.

 

Um levantamento que comparou o primeiro semestre de 2018 e o mesmo período de 2020 evidenciou diminuição de 88,68% do tempo de análise de consultas, 56,91% de internação e 58,10% de SADT (Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia).

Acesse o case completo da Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa

Gostaria de mais informações sobre o Tasy para operadoras de planos de Saúde?

Para visualizar melhor o nosso site, utilize a versão mais recente do Microsoft Edge, do Google Chrome ou do Firefox.