1
Artigos

Amamentação nas primeiras 24 a 48 horas

A mãe e o bebê precisam estar juntos para possibilitar o melhor começo para a amamentação. Desde o nascimento, quando o bebê é colocado no peito nu da mãe (conhecido como "pele a pele"), o poderoso hormônio “maternal”, a prolactina, é estimulado.

 

  • A prolactina aciona uma boa produção de leite, mesmo se, inicialmente, o bebê não estiver interessado em mamar.
  • A proximidade da mãe com o bebê estimula o hormônio do “amor”, a ocitocina, o que ajuda a mãe a se apaixonar por ele.
  • A ocitocina tem um efeito calmante tanto na mãe quanto no bebê, promovendo a liberação de hormônios que compensam os efeitos da adrenalina produzida durante o parto.
  • Mesmo que um bebê não mame inicialmente, seu processo de digestão será estimulado pelo instintivo comportamento de procurar pelo seio e se aconchegar.
  • O contato de pele com pele no momento do nascimento incentiva ainda mais respostas comportamentais neurológicas do bebê, como a localização do mamilo, movimentos de levar a mão à boca e massagear o seio.
  • O pai pode oferecer contato de pele com pele se a mãe não puder, pois não há limite de tempo e não se trata de uma atividade única. Isso deve ser feito com calma e sem interrupções tanto quanto possível. O contato pele com pele com o pai reforça a ligação entre ele e o bebê.
 

Nem todos os bebês irão querer mamar logo após o nascimento. Não se preocupe, basta observar os sinais do momento em que o bebê estará pronto.

Dicas de alimentação do recém-nascido

 

  • Sugar a língua, os lábios, as mãos ou os dedos enquanto dorme.
  • Mover as mãos e os braços em direção à boca.
  • Movimentos inquietos durante o sono/rápido movimento ocular sob as pálpebras.
  • Procurar pelo mamilo.
  • Fazer pequenos sons.
 

Choro e inquietação são os últimos sinais de fome, e os bebês podem estar bastante mal-humorados a essa altura, o que torna a pega do seio mais desafiadora.

Reflexos de alimentação do recém-nascido

 

  • Procurar pelo seio - quando algo toca o nariz, as bochechas ou os lábios do bebê, ele responde abrindo a boca e colocando a língua para a frente e para baixo, preparando-se para sugar a mama.
  • Sucção - acionada quando algo toca o palato, por isso o bebê precisa sugar uma boa parte da mama, de modo que o mamilo toque o fundo do céu da boca, estimulando a sucção.
  • Engolir - acionado quando a boca do bebê se enche com colostro ou leite. Ouvir e observar como o bebê engole durante a mamada é uma importante maneira de avaliar o quão bem ele está se alimentando.

Com que frequência o bebê deve se alimentar nas primeiras 48 horas?

 

Normalmente, os bebês ficam alerta nas primeiras horas após o nascimento e ávidos pela primeira mamada. Eles podem precisar de incentivo, caso a mãe tenha recebido medicamentos para alívio da dor, como petidina, no trabalho de parto (ela atravessa a placenta e pode deixar o bebê sonolento). A quantia média de colostro tomado na primeira mamada é de até 5 ml ou o equivalente a uma colher de chá.

 

Bebês saudáveis podem não mamar muito nas primeiras 48 horas. Eles usam sua reserva de energia até que os níveis de leite da mãe comecem a aumentar a partir do segundo dia. A mãe deve oferecer seu seio ao bebê sempre que ele estiver acordado e apresentando sinais de que quer se alimentar. Todos os bebês são diferentes, alguns podem se alimentar apenas algumas vezes nas primeiras 24 horas, enquanto outros podem mamar até oito vezes. É importante que a mãe e o bebê não fiquem separados neste período, assim ela pode se familiarizar com o bebê e reconhecer os sinais de fome.

Como é possível saber se um bebê está se alimentando bem?

 

Nas primeiras 48 horas, o bebê usa somente de duas a três fraldas. Esse número aumenta para pelo menos seis por dia quando o bebê tem cinco dias de vida. O colostro funciona como um laxante natural, ajudando o bebê a produzir fezes pretas, semelhantes a piche (primeiro cocô do bebê), que depois mudam gradualmente de cor, passando por um espectro de preto, marrom escuro e marrom esverdeado até chegar ao amarelo-mostarda no quinto dia.

 

Embora a amamentação seja natural, é uma habilidade que tanto a mãe quanto o bebê podem levar tempo para aprender. Se você tiver qualquer dúvida ou preocupação, sua parteira e consultor de amamentação local estarão disponíveis para ajudá-la.

 

Lembre-se de que as informações contidas nestes artigos são apenas recomendações gerais e não devem, em hipótese nenhuma, substituir as recomendações médicas. Se você ou sua família apresentarem algum sintoma ou quadro clínico grave ou persistente ou se você precisar de recomendações médicas específicas, procure um médico. A Philips Avent não poderá ser responsabilizada por nenhum dano resultante do uso das informações fornecidas neste site.