Apneia do sono

A busca por um sono mais saudável

Dia Mundial do Sono

 

A pesquisa, executada pelo KJT Group em nome da Philips, entrevistou 11.006 pessoas na Austrália, no Brasil, no Canadá, na China, na França, na Alemanha, na Índia, no Japão, na Holanda, em Singapura, na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. Entre as principais conclusões, os resultados mostraram que:

 

  • Estamos dispostos a experimentar novas medidas para aprimorar o sono. Comparado à dieta e ao exercício, o sono é percebido como exercendo um maior impacto sobre a saúde em geral, com 77% dos adultos em todo o mundo afirmando que o sono exerce um impacto de moderado a forte sobre a saúde. Pessoas no mundo inteiro estão buscando maneiras de aprimorar o sono, com 69% dos adultos em todo o mundo afirmando que costumam ou costumavam ler antes de dormir como forma de aprimorar seu sono. Outras estratégias importantes incluem assistir televisão (69%), ouvir música suave (67%) e implementar um determinado horário para dormir e acordar (57%).

  • Fatores relacionados ao estilo de vida e distúrbios do sono estão entre os obstáculos que impedem uma noite bem dormida. Os entrevistados indicaram que os maiores impactos sobre o seu sono são exercidos pela preocupação/estresse (54%), pelo ambiente onde dormem (40%) e pelo esquema de trabalho ou estudo (37%). Além dos fatores relacionados ao estilo de vida, 37% dos entrevistados relataram sofrer de insônia, enquanto 29% roncam, 22% sofrem de distúrbios do sono decorrentes do turno de trabalho e 10% são portadores de apneia do sono. Esses números são superiores aos do levantamento de 2018, no qual 26% dos pesquisados relataram casos de insônia e 21% admitiram que roncavam.

 

  • Idade e gênero desempenham um papel importante na qualidade do nosso sono. Aqueles com idades entre 18 e 34 anos dormem mais à noite do que as pessoas de outras faixas etárias. Aqueles com menos de 50 anos de idade, inclusive, relataram que, além de padecerem de condições que afetam seu sono, em especial a insônia e os distúrbios do sono decorrentes do turno de trabalho, o custo do tratamento, as consultas e o constrangimento são razões para não buscarem a ajuda de um médico. As pessoas com 65 anos de idade ou mais são as mais suscetíveis de apresentar uma rotina de sono consistente e com menor probabilidade de afirmar que seu sono piorou nos últimos cinco anos. As mulheres têm maior probabilidade de afirmar que sofrem de insônia (41%) se comparadas aos homens (32%), e entre as que moram com um parceiro (66%), 35% dizem que dormem em outro local, pelo menos ocasionalmente, devido ao ronco do parceiro. 

 

  • Preferimos consultar a internet a consultar um médico. Oito em cada dez adultos em todo o mundo querem melhorar a qualidade do seu sono, mas a maioria (60%) não procura a ajuda de um médico, alegando, como suas principais razões, que não sentem necessidade de apoio ou tratamento, não consideram que as questões relacionadas ao sono sejam um problema sério, acreditam que sabem como fazer as alterações necessárias ou acham que o custo do tratamento é muito alto. Entre os que estão enfrentando problemas para dormir, os entrevistados também disseram que têm maior probabilidade de recorrer a fontes de informação on-line para solucionar suas preocupações relativas ao sono. Mais preocupante ainda é o fato de que 65% das pessoas que se declararam portadoras de apneia do sono nunca usaram, ou deixaram de usar uma terapia de apneia do sono para tratar sua doença, demonstrando uma marcante ausência de conexão entre a conscientização e a ação em sua abordagem de problemas do sono.
Leia maisLeia menos

Que passos você pode dar para melhorar seu sono?

 

O poder da informação reside em como você a usa. Nosso objetivo é usar as informações da nossa pesquisa anual sobre o sono para capacitá-lo a fazer mudanças positivas em sua rotina diária que permitirão uma melhor noite de sono e começarão a priorizar o sono. Sugestões dos nossos especialistas em sono incluem:

Identifique os vários fatores que podem estar contribuindo para seus problemas de sono e pesquise suas opções e / ou consulte um médico para abordá-los
Use a tecnologia estrategicamente. Pesquise e identifique a tecnologia que pode impactar positivamente o seu sono (como terapia do sono ou dispositivos de auxílio ao sono).
Compreender e reconhecer as formas como a falta de sono afeta todas as facetas da vida - trabalho, relacionamentos, produtividade
Construa uma rotina de dormir e mantenha-a

A apneia do sono pode ser fatal se não for tratada. Conheça os sintomas e riscos. 

 

Saiba mais

Não se preocupe. Veja o que você precisa saber para lidar com a apneia do sono. 

 

Saiba mais | Kit de informações gratuito

Máscaras, dispositivos e ferramentas de software para uma terapia fácil e confortável.

 

Máscaras | Dispositivos 

Conheça a Família Dream

ife with sleep apnea: It was very hard to concentrate.

A vida com a apneia do sono: "Era muito difícil se concentrar."

Encouragement: "Be proactive. Ask your doctor about sleep apnea."

Incentivo: "Seja proativo. Pergunte ao seu médico sobre a apneia do sono."

Dados de contato

* Este campo é obrigatório
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Anterior
Ao especificar o seu motivo de contato, iremos fornecer-lhe um melhor serviço.
*
*
Anterior