Women meeting behind a desk

mar 08, 2022

#BreakTheBias - Philips comemora o Dia Internacional da Mulher 2022

Tempo de leitura previsto: 4-6 minutos

No dia 8 de março, celebramos o Dia Internacional da Mulher (International Women’s Day), data histórica que tem como objetivo conscientizar a sociedade em relação à equidade de gênero e os direitos das mulheres. É sobre o que as mulheres conseguem conquistar quando as pessoas compreendem o que são vieses inconscientes (estereótipos e preconceitos enraizados) e, a partir daí, trabalham diariamente para removê-los de suas falas e comportamentos, tanto na vida social quanto no ambiente de trabalho.

 

Querendo ou não, todos nós manifestamos esses vieses - estereótipos que inconscientemente atribuímos às pessoas que conhecemos e com quem interagimos. Se você acha que está livre deste ato e pensamento, está enganado. Segundo especialistas, preconceitos, estereótipos e vieses inconscientes estão intrínsecos em nossa educação e na sociedades em que vivemos - a maioria está além de nosso controle individual. Por exemplo, em muitas partes do mundo, por muito tempo, os homens foram considerados melhores engenheiros e as mulheres, melhores enfermeiras. No entanto, a pesquisa mostrou que isso simplesmente não é verdade.

Desproporcionalmente menos CEOs mulheres

Os vieses inconscientes de gênero ocorrem em praticamente todos os segmentos e em todos os níveis hierárquicos, mas são mais perceptíveis quando se observa o número de CEOs mulheres em todo o mundo. De acordo com um estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento, existem grandes diferenças de gênero no mundo dos negócios, onde as mulheres ocupam apenas 15% dos cargos de gestão e possuem apenas 14% das empresas.

 

Uma vez que as raízes do preconceito e dos vieses inconscientes de gênero estão presentes em nossa sociedade, a solução é mudar o pensamento e comportamento das pessoas. Se nossos filhos e as gerações subsequentes crescerem em um mundo que oferece oportunidades iguais para todos, independentemente do gênero, parte dos estereótipos e situações delicadas que as mulheres passam diariamente desaparecerá. O Dia Internacional da Mulher deste ano tem como objetivo acelerar essa mudança. O tema “#BreakTheBias - Imagine um mundo com igualdade de gênero. Um mundo livre de preconceitos, estereótipos e discriminação. Um mundo diverso, equitativo e inclusivo. Um mundo onde a diferença é valorizada e celebrada” é uma aspiração ao que as mulheres podem alcançar em todas as esferas da vida, além de ser um chamado às mudanças reais em nossa sociedade.

Promoção da igualdade

Promoção da igualdade

A Philips acredita que acabar com todas as formas de preconceito, inclusive de gênero, é essencial tanto para o bem-estar dos colaboradores no ambiente de trabalho, quanto para trabalhar em conjunto na missão da companhia em melhorar a vida das pessoas. Por isso, Diversidade e Inclusão são uma parte importante da estratégia e dos relatórios Ambientais, Sociais e de Governança (ESG) da empresa. Desta forma, torna-se também prioridade na agenda de nossos líderes e colaboradores na América Latina e no mundo. Isso garante uma abordagem holística e inclusiva, garantindo que todas as vozes dentro da empresa sejam ouvidas e levadas em consideração.

 

Há mais de 2 anos temos um Comitê de Diversidade e Inclusão na América Latina com uma agenda clara de ações para incentivar e promover a igualdade e a inclusão na companhia. Durante esse tempo, tivemos grandes conquistas, como o lançamento da nossa linha SpeakUp, que busca promover segurança psicológica; seguro saúde para casais do mesmo sexo, em quase todos os países de LATAM; 37% de nossa equipe são mulheres e continuamos fortalecendo nosso fluxo de talentos, entre outras ações. Além disso, trabalhamos muito para estabelecer alianças com parceiros inclusivos, como o Governo do Ceará, com o objetivo de trazer diversos talentos para nossas equipes em STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia Engenharia e Matemática); Pride Connection, a fim de aprender mais sobre comportamentos inclusivos e benefícios para a comunidade LGBTI+, e HIAS, uma ONG que ajuda refugiados com treinamento para entrevistas e oportunidades de emprego.

Imagine o progresso de todos como sociedade em um mundo mais igualitário e sem preconceitos. No meu caso, sou a primeira mulher no cargo de Vice-Presidente e Diretora Geral na América Latina, em mais de  90 anos da companhia na região. Juntos, podemos ter certeza de que não serei a última, porque quando eu sair, teremos uma grande lista de talentos, de diferentes origens e culturas, prontos para os próximos anos. Vamos comemorar as conquistas alcançadas e continuar trabalhando incansavelmente para que mais mulheres tenham a mesma oportunidade que eu tive”.

Fabia Tetteroo-Bueno

Vice-Presidente e Diretora Geral da Philips América Latina

Um senso de pertencimento

Na Philips, a igualdade não é apenas uma questão de gênero, mas também de raça, etnia, idade, orientação sexual e todos os outros aspectos que tornam cada um de seus funcionários indivíduos únicos. A empresa também acredita que promover  Diversidade e  Inclusão é fundamental para sua missão de melhorar a vida de 2,5 bilhões de pessoas por ano, até 2030, por meio de uma inovação significativa. Porque a vida é melhor quando #youareyou.

Woman standing in front of a rainbow

Criando oportunidades

Igualdade de gênero também significa dar às mulheres as mesmas oportunidades de avançar em suas carreiras. E isso nem sempre é uma tarefa fácil em funções STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) que tradicionalmente são percebidas como domínios masculinos.

 

O Global Gender Gap Report 2020, do Fórum Econômico Mundial, indicou que ainda levará mais de uma vida para que a igualdade de gênero se torne uma realidade. Olhando para o futuro, o relatório revela que o maior desafio que impede o fechamento da lacuna econômica de gênero é a subrepresentação das mulheres em papéis emergentes. Por exemplo, na computação em nuvem apenas 12% dos profissionais são mulheres. Da mesma forma, em engenharia e dados e inteligência artificial, os números são de 15% e 26%, respectivamente.

 

Para Katia Castillo, líder do Comitê de Diversidade e Inclusão e embaixadora do programa Philips Women Lead para a América Latina, “trata-se de dar o primeiro passo em direção a um mundo mais justo, onde as mulheres tenham as mesmas oportunidades de decidir suas metas de emprego. Deixe a mulher ir até onde ela quiser, e não defina até onde ela pode ir”.

Philips Latinoamérica

Compartilhe nas redes sociais

Tópicos

Contato

Ileana Carrasco

Ileana Carrasco

External Communication & PR Manager

Tel.: 50766772372

You are about to visit a Philips global content page

You are about to visit the Philips USA website.

Mais notícias relacionadas

You are about to visit a Philips global content page

You are about to visit the Philips USA website.

Para visualizar melhor o nosso site, utilize a versão mais recente do Microsoft Edge, do Google Chrome ou do Firefox.