out 28, 2021

Philips anuncia ambiciosa meta de fornecedores para impulsionar uma redução significativa das emissões de gases de efeito estufa


Em um grande esforço para que pelo menos 50% de seus fornecedores assumam um compromisso com as Science-Based Targets (SBTs)* para a redução de emissões de CO2 até 2025, a Philips está intensificando seu programa de suporte e incentivo a fornecedores

Amsterdam, Holanda – A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHIA), líder global de tecnologia em saúde, anunciou hoje que estabeleceu uma ambiciosa meta adicional de mudança climática. A empresa está intensificando seu aclamado programa de sustentabilidade de fornecedores com o objetivo de fazer com que pelo menos 50% de seus fornecedores [1] assumam um compromisso com metas baseadas na ciência (SBTs) para a redução de emissões de CO2 até 2025. Como parte de um grande esforço para descarbonizar a cadeia de fornecimento da empresa por meio de um apoio a seus fornecedores e incentivos para que adotem e cumpram as SBTs, a nova meta permitirá que a Philips exerça um impacto sete vezes maior do que exerceria se apenas reduzisse as emissões de CO2 de suas próprias operações.

Agora estamos usando o que aprendemos para desenvolver e ampliar esse sucesso junto aos nossos parceiros da cadeia de fornecimento, cujo impacto ambiental de modo geral pode ser ainda maior.

Frans van Houten

Diretor Executivo da Royal Philips

“Nos últimos anos, fizemos progressos importantes na redução de nossas próprias emissões de gases de efeito estufa. Somos neutros em carbono em nossas operações desde 2020 e 100% da nossa eletricidade vêm de fontes renováveis”, disse Frans van Houten, diretor executivo da Royal Philips. “Agora estamos usando o que aprendemos para desenvolver e ampliar esse sucesso junto aos nossos parceiros da cadeia de fornecimento, cujo impacto ambiental de modo geral pode ser ainda maior”.

COP26

A Philips tem como meta suas iniciativas de redução de emissões de CO2 em três áreas essenciais. Paralelamente à inovação de produtos e modelos de negócios e da neutralidade de carbono em suas próprias operações, reduzir a pegada de CO2 de sua cadeia de fornecimento é fundamental para que a Philips cumpra seu compromisso de fazer negócios de forma responsável e sustentável, em consonância com o objetivo preferencial do Acordo de Paris de limitar o aquecimento global a 1,5ºC. Tendo em vista a urgência de se chegar a um acordo na próxima Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climática (COP26), a Philips está determinada a proporcionar ao setor a liderança necessária para acelerar as ações climáticas e trabalhar no sentido de criar um atendimento médico mais resiliente e mais sustentável, em conjunto com seus clientes e parceiros em toda a cadeia de valor.

 

“Chegamos a um ponto crítico em termos de urgência e precisamos acelerar a transição global para economias e sociedades circulares, neutras em termos de clima e eficientes com relação a seus recursos”, disse Frans van Houten. “Como uma empresa motivada por objetivos, temos consciência de nossa responsabilidade frente à sociedade e estabelecemos compromissos claros e ambiciosos de Governança Ambiental, Social e Corporativa (ESG) para favorecer essa grande mudança. Incentivamos o maior número possível de empresas, clientes e parceiros da cadeia de fornecimento a assumirem um compromisso com as ações climáticas e metas baseadas na ciência, produzir resultados para estas ações e fornecer provas do progresso e dos resultados por meio de relatórios contínuos, transparentes e aprofundados”.

 

Indo além no nosso abrangente programa de Desempenho de Sustentabilidade de Fornecedores da empresa, que conta com mais de 200 fornecedores atualmente, a Philips assumirá um papel ativo no que diz respeito a apoiar e incentivar seus fornecedores a realizarem as mudanças necessárias para o cumprimento das metas de redução de emissões baseadas na ciência dentro de suas organizações. Esta abordagem colaborativa irá se concentrar em melhorias estruturais que maximizem o impacto das atividades de redução de CO2, além de oferecer incentivos como um apoio direto ao desenvolvimento de recursos e condições de pagamento preferenciais, no sentido de acelerar a adoção de SBTs por seus fornecedores.

 

Ao tirar proveito dos insights mais recentes sobre aprendizado de máquina e ciência de dados, a Philips será capaz de otimizar iterativamente a eficácia do programa de modo a ampliar seu alcance e impacto. A Philips também pretende explorar ativamente o estabelecimento de Contratos Virtuais de Compra de Energia (VPPAs) com fornecedores, semelhantes aos que já possui com consórcios do setor, de modo a facilitar o financiamento de novos projetos de energia renovável como parques eólicos e fazendas solares, além de tornar a rede elétrica mais ecológica.

Novo estudo sobre impacto ambiental do sistema de saúde do Reino Unido

Atualmente, o setor de saúde global é responsável por cerca de 4% das emissões globais de CO2 [2]. Em preparação para a COP26, a Philips, como importante parceira do Sistema Nacional de Saúde do Reino Unido, iniciou um projeto de pesquisa com a Universidade de Exeter — instituição líder mundial de pesquisas de economia circular — para estudar o impacto ambiental do sistema de saúde do Reino Unido e avaliar como os produtos e serviços de saúde da Philips podem contribuir para a redução da pegada ambiental do sistema.

Reconhecimento global

A Philips foi a primeira empresa de tecnologia em saúde a ter suas metas de emissão de CO2 para o período 2020-2040 avaliadas e aprovadas pela iniciativa Science-Based Targets (STBi). A Philips recebeu um reconhecimento adicional por seu desempenho ESG, conquistando as primeiras posições no Índice Dow Jones de Sustentabilidade e no ranking Sustainalytics, e seus oito anos consecutivos na Climate Change A-list do CDP. Em março de 2021, a S&P Global Ratings concedeu à empresa uma pontuação ESG de 90 em uma escala de 100, a maior pontuação já concedida pela organização até o momento. A Philips também conquistou em 2020 o segundo lugar entre as 100 Empresas de Gerenciamento Mais Sustentável do Mundo do Wall Street Journal.

 

*  Metas baseadas na ciência são um conjunto de metas desenvolvidas por uma empresa para delinear um caminho claro de redução das emissões de gases de efeito estufa. As metas são consideradas “baseadas na ciência” se estiverem em consonância com aquilo que a ciência climática mais recente considera necessário para cumprir as metas do Acordo de Paris: limitar o aquecimento global a um valor bem abaixo de 2°C acima dos níveis pré-industriais e envidar esforços no sentido de limitar o aquecimento a 1,5°C. Para obter mais informações: sciencebasedtargets.org
[1]  Com base nos gastos

[2]  Comissão Europeia, EDGAR — Banco de Dados de Emissões para Pesquisa Atmosférica Global (Emissions Database for Global Atmospheric Research), https://edgar.jrc.ec.europa.eu/

Acerca de Royal Philips

A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHIA) é uma empresa líder de tecnologia em saúde com foco no aprimoramento da saúde e do bem-estar das pessoas e em proporcionar melhores desfechos em todo o continuum de saúde, desde um estilo de vida saudável e da prevenção de doenças ao diagnóstico, tratamento e atendimento domiciliar. A Philips potencializa a tecnologia avançada e profundos insights clínicos e de consumo para fornecer soluções integradas. Com sede na Holanda, a empresa é líder em diagnóstico por imagem, terapia guiada por imagem, monitoramento de pacientes e informática da saúde, bem como em saúde do consumidor e atendimento domiciliar. A Philips emprega cerca de 78.000 funcionários no setor de vendas e serviços em mais de 100 países e, em 2020, gerou 17,3 mil bilhões de euros em vendas. Para obter notícias sobre a Philips, visite o site www.philips.com/newscenter.

Leia maisLeia menos

Declarações prospectivas

Este comunicado contém certas declarações prospectivas no que diz respeito à condição financeira, resultados de operações e negócios da Philips e alguns dos planos e objectivos da Philips em relação a estes itens. Exemplos de declarações prospectivas incluem declarações feitas sobre a estratégia, estimativas de crescimento das vendas, EBITA futuro, desenvolvimentos futuros nos negócios orgânicos da Philips e a conclusão de aquisições e desinvestimentos. Pela sua natureza, estas declarações envolvem risco e incerteza porque se relacionam com eventos e circunstâncias futuras e há muitos factores que podem fazer com que os resultados e desenvolvimentos reais difiram materialmente daqueles expressos ou implícitos por estas declarações.

Leia maisLeia menos

Temas

Contatos

Ileana Carrasco

Ileana Carrasco

Gerente de Comunicação Externa e Relações Públicas

Tel: +1 305 520 9025

You are about to visit a Philips global content page

You are about to visit the Philips USA website.

Material gráfico

Sistemas Remodelados

Programa de Desempenho de Sustentabilidade de Fornecedores.

Compartilhe nas redes sociais

You are about to visit a Philips global content page

You are about to visit the Philips USA website.

Para visualizar melhor o nosso site, utilize a versão mais recente do Microsoft Edge, do Google Chrome ou do Firefox.