Centro de Notícias | Brasil

mai 05, 2020

Philips apresenta novo ventilador Respironics E30 para ajudar a aliviar a sobrecarga em UTIs dedicadas ao tratamento da COVID-19


Novo ventilador para uso de emergência com alarmes visuais e sonoros permite alto fluxo de oxigênio para pacientes com COVID-19 que apresentem insuficiência respiratória, auxiliando no tratamento, tanto de forma invasiva quanto não invasiva.

Amsterdam, Países Baixos - Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: A PHIA), líder mundial em tecnologia da saúde, anunciou sua iniciativa no sentido de aumentar rapidamente a produção de seu novo ventilador Respironics E30 como uma alternativa de ventilação prontamente disponível durante a crise da COVID-19, em situações nas quais ventiladores dedicados a cuidados intensivos não estão disponíveis. A Philips já iniciou a produção do E30, aumentando a produção continuamente, com a expectativa de produzir 15.000 unidades por semana em maio.

 

Projetado para produção em massa por uma equipe profundamente experiente em cuidados respiratórios, as características do ventilador E30 incluem:

 

  • Capacidade de usar o dispositivo tanto de forma invasiva quanto não invasiva;
  • Configuração rápida e operações simples, permitindo que profissionais de saúde com distintos conjuntos de competências tratem e monitorem os pacientes em ambientes clínicos variados;
  • Compatível com terapias de alto fluxo de oxigênio;
  • Configurações de circuito recomendadas contêm um filtro bacteriológico/viral para minimizar a exposição de profissionais de saúde tanto quando usado de forma invasiva quanto não invasiva, com exemplos dos acessórios que podem ser usados, como máscaras faciais “full face”, máscaras não ventiladas ou capacete;
  • Monitoramento respiratório na tela com capacidade para medir e exibir parâmetros críticos como pressão, volume corrente, frequência respiratória, vazamento e saturação de oxigênio, permitindo que os clínicos avaliem a eficácia da terapia;
  • Alarmes visuais e sonoros que fornecem informações terapêuticas relevantes aos profissionais de saúde.
A Philips está respondendo a essa necessidade global urgente aumentando rapidamente a produção de seu novo ventilador Respironics E30, tendo em mente as necessidades dos profissionais de saúde e de pacientes com COVID-19 e, ao mesmo tempo, mantendo-se em conformidade com os padrões de qualidade de dispositivos médicos.

David White

Diretor científico de Cuidados Respiratórios e do Sono da Philips.

"À medida que a COVID-19 continua a se espalhar globalmente, os profissionais de saúde estão trabalhando diligentemente para tratar o número crescente de pacientes em um momento em que existem muito poucos ventiladores para tratá-los", disse David White, diretor científico de Cuidados Respiratórios e do Sono da Philips. “A Philips está respondendo a essa necessidade global urgente aumentando rapidamente a produção de seu novo ventilador Respironics E30, tendo em mente as necessidades dos profissionais de saúde e de pacientes com COVID-19 e, ao mesmo tempo, mantendo-se em conformidade com os padrões de qualidade de dispositivos médicos. Nossa esperança é de que essa solução ajude a liberar ventiladores de UTI para tratar os pacientes em estado mais grave".

 

A Philips recebeu uma Autorização para Uso de Emergência (EUA) para que o dispositivo seja usado somente durante a emergência pública da COVID. O status das solicitações de EUA pode ser encontrado no site da FDA. A ANVISA também concedeu autorização para a comercialização do E30 no Brasil.

 

A Philips está trabalhando junto às autoridades regulatórias relevantes para distribuir o dispositivo globalmente e disponibilizá-lo para compra pelos governos e hospitais que estão enfrentando escassez de ventiladores. 

Sobre a Royal Philips

Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHIA) é uma empresa líder em tecnologia da saúde, focada em melhorar a qualidade de vida das pessoas e em permitir melhores resultados por meio do ciclo completo da saúde, que envolve desde vida saudável e prevenção, até diagnóstico, tratamento e cuidados domiciliares. A Philips utiliza tecnologia avançada e profundos conhecimentos clínicos, assim como as perspectivas dos consumidores para oferecer soluções integradas.

 

A empresa, com sede na Holanda, é líder em diagnóstico por imagem, terapia guiada por imagem, monitoração de pacientes, informática voltada à saúde, cuidados domésticos e saúde do consumidor. Em 2019, o segmento de tecnologia de saúde da Philips alcançou 19,5 bilhões de euros em vendas e emprega cerca de 80 mil colaboradores de vendas e serviços em mais de 100 países. Para obter mais informações sobre a Philips, acesse www.philips.com/newscenter

Leia maisLeia menos

Tópicos

Contatos

Ileana Carrasco

Ileana Carrasco

Gerente de Comunicação Externa e Relações Públicas

Tel: +1 305 520 9025

Ativos de mídia  

Compartilhe nas redes sociais
  •