Centro de Notícias | Brasil

Respostas de quase 3000 profissionais de saúde
** Inclui 203 profissionais de saúde mais jovens no Brasil.

Em seu quinto ano, o relatório Future Health Index 2020 se baseia em uma pesquisa proprietária em 15 países. ​

A pesquisa examina como é possível favorecer e capacitar a próxima geração de líderes e profissionais de saúde que prestarão serviços de saúde no futuro, explorando, sobretudo, suas percepções sobre a realidade atual e o papel da tecnologia em ajudá-los a oferecer melhor atendimento. ​

Esta é a primeira pesquisa global de sua categoria focada na próxima geração de profissionais de saúde.

Em seu quinto ano, o relatório Future Health Index 2020 se baseia em uma pesquisa proprietária em 15 países. ​

A pesquisa examina como é possível favorecer e capacitar a próxima geração de líderes e profissionais de saúde que prestarão serviços de saúde no futuro, explorando, sobretudo, suas percepções sobre a realidade atual e o papel da tecnologia em ajudá-los a oferecer melhor atendimento. ​

Esta é a primeira pesquisa global de sua categoria focada na próxima geração de profissionais de saúde.

Etiqueta do tema 1

Explorar as lacunas de treinamento e formação na área de saúde

Jovens profissionais de saúde indicaram que as maiores lacunas de habilidades no Brasil estão relacionadas à administração de empresas e ao gerenciamento do estresse no local de trabalho.
Oferecer um treinamento contínuo pode ajudar a preencher as lacunas de competências não clínicas, como tarefas administrativas e gerenciamento de estresse

Competências

Muitos afirmam que sua formação médica não lhes conferiu as competências não clínicas essenciais necessárias para a prática moderna na área de saúde.
Ícone% 50

Terafas administrativas

Ícone % 44
Media dos 15 paises

Conhecimento

Profissionais de saúde mais jovens no Brasil tem pouco ou nenhum conhecimento de atendimento baseado em valor.
Ícone% 34

Gerenciamento de estresse/pressões inerentes ao cotidiano de profissionais de saúde​

Ícone % 23
Media dos 15 paises

Os profissionais de saúde mais jovens no Brasil são os mais propensos entre todos os seus pares nos países pesquisados a saber usar os dados digitais de pacientes para fundamentar o atendimento ao paciente e a sentir que contam com dados digitais suficientes para influenciar os desfechos de pacientes. 

Ícone % 53
Sabem como usar os dados digitais de pacientes para fundamentar o atendimento ao paciente
Ícone % 53
Concordam que as restrições de compartilhamento ​muitas vezes resultam em dados digitais de pacientes incompletos​
Ícone % 53
Dispõem de dados digitais suficientes para influenciar os desfechos dos pacientes

Interoperabilidade é a chave​


Os profissionais de saúde mais jovens no Brasil continuam a experimentar problemas com a interoperabilidade, e acreditam que uma interoperabilidade aprimorada entre as plataformas seria uma garantia de que os dados de saúde fossem utilizados de modo a atingir seu máximo potencial.

Ícone % 61

61%

Acreditam que a interoperabilidade entre plataformas precisa ser aprimorada para garantir que a utilização dos dados de saúde atinja seu máximo potencial.​

Etiqueta do tema 3

Criar um ambiente de trabalho ideal nos estabelecimentos de saúde

O equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal e a cultura são os principais fatores levados em conta ao escolher onde trabalhar

Considerando o alto volume de pacientes que são atendidos em média durante uma semana, não surpreende que o horário de trabalho flexível e uma cultura que favoreça o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal sejam altamente valorizados.

Cultura do local de trabalho​

89%

Cultura do local de trabalho​
Equipamento de última geração

88%

Equipamento/tecnologia de última geração
Reputação

79%

Reputação
Profissional e a vida pessoal

75%

Equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal
Percentages are NETS.
Base (unweighted): Total younger healthcare professionals excluding those who selected 'salary - important to you' (n=663)

Muitos brasileiros consideram que a tecnologia desempenha um papel importante na promoção da motivação no local de trabalho 

Ícone % 77
Concordam que os avanços na tecnologia médica aumentam seu entusiasmo com relação ao futuro do profissional de saúde.

​​​Abordando a lacuna


Ao ponderarmos sobre a melhor forma de abordar as questões enfatizadas pelo relatório, detectamos três áreas principais sobre as quais os líderes do setor de saúde devem se concentrar em primeiro lugar:

Formação and treinamento

Formação & Treinamento

  • Aumentar o foco na gestão administrativa e empresarial para reduzir o fardo dos profissionais de saúde​
  • Fornecer treinamento sobre o uso e interpretação de dados e da tecnologia
Tecnologia

Tecnologia

  • Investir em tecnologias de compartilhamento de dados para torná-las mais utilizáveis​
  • Trabalhar junto às fontes pagadoras e ao governo para incentivar o setor a proporcionar maior interoperabilidade de produtos
Cultura

Cultura

  • Aproveitar a tecnologia para minimizar o estresse e a exaustão​
  • Envolver os profissionais mais jovens no aspecto operacional do hospital ou consultório

O Future Health Index é realizado sob encomenda da Philips.


O estudo de 2020 é constituído pela pesquisa original efetuada por meio de um questionário respondido por 2.867 profissionais de saúde com menos de 40 anos de idade em 15 países: Austrália, Brasil, China, França, Alemanha, Índia, Itália, Países Baixos, Rússia, Arábia Saudita, Singapura, África do Sul, Polônia, Reino Unido e Estados Unidos.