No momento, a Philips não está conseguindo implementar o uso dos dispositivos afetados para novos pacientes por não haver disponibilidade imediata. A Philips poderá trabalhar com novos pacientes no sentido de fornecer possíveis dispositivos alternativos.

 

A Philips poderá consertar/substituir unidades de ventiladores dos quais os pacientes dependem em situações de emergência, como falha do dispositivo durante um tratamento obrigatório, de modo a garantir a continuidade do atendimento.

 

Os CPAPs da Philips não poderão ser substituídos durante a suspensão da comercialização.