Voltar
×

Criando um bigode espaguete

Conheça os seis passos para criar seu bigode espaguete!

 

1. Apare o bigode em torno de 3 a 5 mm. Escolha uma posição mais comprida para os pelos ao redor da boca.

 
2. Com um aparador de precisão, apare em um ângulo descendente seguindo a linha labial, até o canto da boca. Deixe uma faixa de pelos entre 5 mm e 10 mm de largura.
 

3. Use uma minilâmina de barbear, tomando cuidado para deixá-la para cima. Isso definirá as extremidades e limpará o entorno do bigode espaguete.

 
4. Crie uma parte organizada com as extremidades arredondadas no centro do bigode espaguete. Você pode usar um pente ou cera, ou então, se os pelos forem muito teimosos, uma lâmina.
 

5. Barbeie a região das bochechas, queixo e pescoço, tomando cuidado com a área do bigode. Usando um barbeador giratório, faça movimentos suaves e circulares.

 
6. Agora tenha paciência, pois é necessário manter o formato e esperar até que os espaguetes cresçam.
 

Estilo/manutenção

 

Esteja com a cera pronta, pois assim que o bigode crescer, você precisará modelá-lo todos os dias.
 
Segure os pelos – o estilo é rude!
 
O bigode espaguete foi o grito do século 19, principalmente entre os caras do Velho Oeste, como Wyatt Earp. Sem falar que você precisa ter muito estilo para usar sapatos como os dele (Dá para arrancar o olho de alguém com eles) e assumir esse visual que chama a atenção.
O bigode espaguete, ou guidão, leva esse nome por parecer um espaguete ou guidão, virado para cima. É a versão boazinha do Fu Manchu.
 
Como o Fu, o bigode espaguete precisa de cuidados. Você precisa ter um rosto quadrado, como de cowboy, para esta criação. Pode ainda investir em um cavalo... e em um cachimbo.