Para a Philips os profissionais da saúde do Brasil são peças-chave no fomento ao aleitamento materno, fundamental para a saúde de mães e filhos

 

  • Está comprovado que a amamentação possui uma relação direta com a saúde da criança, inclusive no tocante ao desenvolvimento de um QI mais elevado associado àquelas que foram amamentadas.
  • A falta de aleitamento materno está associada a uma maior incidência de obesidade e diabetes nas crianças, além de estar ligada ao câncer de mama e de ovário nas mães.

São Paulo, Brasil, agosto de 2016 -- Como parte da Semana Mundial de Aleitamento Materno, a Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHIA) faz um apelo aos profissionais e às instituições de saúde para que estes orientem as mães sobre a importância do aleitamento antes e após o parto, a fim de beneficiar a saúde delas e das crianças, bem como para garantir um futuro sustentável em termos de nutrição infantil.
 

Estima-se que na América Latina e no Caribe apenas cerca de 40% das crianças recebam exclusivamente leite materno durante os primeiros 6 meses1 de vida. No Brasil, essa cifra é de 38,6%. Os benefícios da amamentação para mães e filhos são consideráveis, e promover essa prática de forma universal poderia prevenir mais de 800 mil mortes anuais entre crianças menores de cinco anos de idade, além de evitar 20 mil mortes anuais de mulheres em decorrência do câncer de mama.2
 

“O início precoce do aleitamento materno é fundamental para a saúde do recém-nascido, uma vez que, nesse primeiro contato, o bebê recebe nutrientes importantes que o protegem contra infecções, além de oferecerem enormes benefícios a longo prazo, tanto para as mães quanto para as crianças. A saúde materno-infantil é uma prioridade para a Philips, e estamos comprometidos em apoiar os profissionais da saúde na tarefa de orientar as mães sobre a importância do aleitamento materno”, disse Alina Asiminei, diretora de marketing da área de Saúde Pessoal da Philips.
 

De acordo com estudos realizados por médicos especialistas no assunto, 60% das mães que amamentam interrompem o aleitamento materno antes do esperado. Já as que procuram conselhos e têm acesso direto aos profissionais da saúde são mais propensas a amamentar por um período mais longo. A fim de transmitir mais confiança e aumentar as taxas de início precoce da amamentação, as orientações às futuras mães devem começar no início da gravidez. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), algumas das medidas mais importantes que devem ser tomadas são a capacitação dos profissionais de saúde materna, a fim de assegurar a implementação de políticas de aleitamento, apoiar e ajudar as mães a amamentar já durante os primeiros 30 min pós-parto, além de mostrar às mães como amamentar e manter o aleitamento mesmo em casos de separação dos seus bebês.

 

A Philips se esforça para melhorar a vida das mães e dos bebês no mundo todo, fazendo a diferença a partir do momento em que os pais começam a pensar na expansão da família até aquele em que todos se consolidam como uma família saudável. Os primeiros 1.000 dias de vida do bebê são os que mais influenciam no seu desenvolvimento, e o aleitamento materno desempenha um papel significativo nesse processo. Ao destacar os grandes desafios que as mães enfrentam para continuar amamentando, a Philips procura ajudar os profissionais da saúde e as mães a encontrar soluções para que atinjam as suas metas de amamentação no futuro.

[1] UNICEF. Retomando a questão do Aleitamento Materno na região da América Latina e do Caribe. http://www.unicef.org/lac/lactancia_materna_tacro.pdf

[2] http://www.thelancet.com/action/showFullTextImages?pii=S0140-6736%2815%2901024-7

7 agosto de 2016

Para outras informações, favor entrar em contato com:

 

Nome: Sammy Schlesinger

Setor / departamento: Marketing & Comunicação

Telefone: (11) 9.7551-3675

E-mail: sammy.schlesinger@philips.com

Relações com Imprensa Philips do Brasil (agência externa)

 

FleishmanHillard Brasil

 

Henrique Carvalho |
henrique.carvalho@fleishman.com.br | 11 3185-9959

 

Luciana Silva |
luciana.silva@fleishman.com.br | 11 3185-9936

 

Erica Sato |
erica.sato@fleishman.com.br | 11 3185-9928

Sobre a Royal Philips

A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHIA) é uma empresa líder em tecnologia da saúde cujo objetivo é melhorar a saúde das pessoas e permitir melhores resultados através da manutenção da saúde por meio de uma vida saudável e da prevenção de doenças, englobando também o diagnóstico, tratamento e cuidados em casa. A Philips utiliza-se de sua tecnologia avançada e dos profundos conhecimentos clínicos, além das perspectivas dos consumidores, para oferecer soluções completas. A empresa, sediada na Holanda, é líder em diagnóstico por imagem, terapia guiada por imagem, acompanhamento do paciente e informática de saúde, bem como na saúde do consumidor e nos cuidados em casa. Em 2015,
o portfólio de tecnologia de saúde da Philips teve um faturamento de 16,8 bilhões de euros, e emprega aproximadamente 69 mil colaboradores, com vendas e serviços em mais de 100 países. Para obter mais notícias sobre a Philips, visite: www.philips.com/newscenter.