Philips e Accenture conectam soluções e mostram que é possível visualizar os sinais vitais do paciente no Google Glass durante cirurgia

Novembro 28, 2013

Além do monitoramento, inovação também poderá permitir ao médico recorrer à assistência de outros profissionais por videoconferência sem o uso das mãos ou o afastamento do paciente

 

 

São Paulo, Brasil – A Royal Philips (NYSE: PHG AEX: PHIA) e a Accenture (NYSE: CAN) anunciaram a primeira prova de conceito que usa um visor de cabeça Google Glass™ para pesquisar formas de melhorar a eficácia e a eficiência da realização de procedimentos cirúrgicos. A demonstração conecta o Google Glass com a Philips IntelliVue Solutions e prova o conceito de transferência contínua de sinais vitais do paciente para o Google Glass, potencialmente fornecendo aos médicos acesso às informações clínicas essenciais sem o uso das mãos.

 

demonstração do novo conceito mostra como um médico, usando o visor pode simultaneamente monitorar os sinais vitais de um paciente e reagir aos avanços do procedimento cirúrgico sem a necessidade de afastar-se do paciente ou do procedimento. Outra possibilidade para o médico que está sendo testada é monitorar os sinais vitais de um paciente remotamente ou recorrer à assistência de profissionais em outras localidades.

 

"Vivemos em um mundo onde ser ágil é fundamental e as ideias de inovação da indústria precisam ser convertidas em soluções práticas que as pessoas possam usar", disse Michael Mancuso, CEO de Informática Clínica e Cuidado com o Paciente da Philips Healthcare. "Esta pesquisa explora como os médicos podem alcançar um melhor acesso à informação certa, no momento certo, para que possam se concentrar no atendimento de forma mais eficiente e eficaz. É um primeiro passo na pesquisa de como as tecnologias existentes podem ser aplicadas para melhorar a qualidade de vida dos pacientes."

 

Para explorar o uso potencial do Google Glass em ambientes clínicos, os pesquisadores da Philips criaram recentemente o ‘Digital Accelerator Lab’, uma plataforma de inovação intersetorial com laboratórios sediados na Holanda e na Índia e a colaboração de pesquisadores de laboratórios da Accenture Technology. O objetivo foi criar a primeira prova de conceito para o Google Glass e a Philips IntelliVue Solutions e, em seguida, começar a explorar oportunidades adicionais para integrar o Google Glass continuamente nas soluções de saúde da Philips.

 

"O trabalho da Accenture com a Philips apresenta um uso poderoso de dispositivos utilizáveis no setor de saúde, ajudando os médicos a realizarem seu trabalho de maneira mais eficaz e melhorando o atendimento aos pacientes", disse Paul Daugherty, diretor de Tecnologia da Accenture. "Este trabalho emocionante destaca o potencial das tecnologias digitais de transformar a maneira como trabalhamos e vivemos, e estamos satisfeitos por ter colaborado com a Philips para dar vida a essa inovação."

 

Além da possibilidade de operar em um ambiente sem o uso das mãos, o grupo de pesquisadores para o Google Glass IntelliVue Solution foi criado para explorar formas de melhorar a mobilidade de um médico, possibilitando a transferência contínua de informações do paciente durante sua atividade. Outras pesquisas podem indicar como possibilitar aos médicos e anestesistas manter seu foco no paciente, enquanto obtêm simultaneamente uma visualização em tempo real dos dados essenciais de monitoramento do paciente.

 

Tópicos adicionais para a pesquisa podem incluir:

  • Acessar uma alimentação quase em tempo real de sinais vitais no Google Glass;
  • Fazer o levantamento de imagens e outros dados do paciente, por médicos, em qualquer local dentro do hospital;
  • Acessar uma lista de verificação de segurança pré-operatória;
  • Fornecer aos médicos a capacidade de visualizar o paciente na sala de recuperação, após a cirurgia;
  • Realização de videoconferências ao vivo, a partir do ponto de vista em primeira pessoa com outros médicos ou equipe médica;
  • Gravar cirurgias a partir do ponto de vista em primeira pessoa para fins de treinamento.

 

A Philips Digital Accelerator Lab reforça o compromisso da Philips com o desenvolvimento de soluções inovadoras em todas as etapas de assistência médica ao paciente para melhorar a sua recuperação e alta, agregar valor ao tratamento e ampliar o acesso aos cuidados. Hoje, a Philips oferece um portfólio abrangente de soluções de monitoramento de pacientes que vão desde monitores de cabeceira até monitores utilizáveis pelo paciente, combinados com ferramentas de apoio à decisão clínica e aplicativos móveis para fornecer acesso imediato aos dados do paciente mantidos em uma central. Mais de 190 milhões de pacientes são monitorados a cada ano com monitores de pacientes Philips.

Informações para Imprensa:

In Press Porter Novelli – Relações com a imprensa (agência externa)
Daniel Cesaroni | (11) 3330-3837 | daniel.cesaroni@inpresspni.com.br
Érica Sato | (11) 3330-3829 | erica.sato@inpresspni.com.br
Camila Francis | (11) 3323-1533 | camila.francis@inpresspni.com.br

 

Philips – Relações com a imprensa
Juliana Ugarte | (11) 997-765-247 | juliana.ugarte@philips.com

.