A Philips anuncia separação da FDA e a primeira instalação comercial da ferramenta intervencionista HeartNavigator nos EUA.


Avançado sistema de imagem, o HeartNavigator foi desenvolvido para dar suporte à substituição de válvulas do coração sem necessidade de uma cirurgia de coração.

Fevereiro 15, 2012

Andover, Mass. – A Royal Philips Eletronics anunciou em 21 de dezembro de 2011, que o Medical City Dallas Hospital é o primeiro hospital nos EUA a utilizar o inovador processo do HeartNavigator em sua clínica. O HeartNavigator é um novo procedimento feito com uma ferramenta de orientação de imagem para ajudar cardiologistas e cirurgiões a realizar substituições de válvulas do coração de forma menos invasiva. Desenvolvido em parceria com diversos hospitais ao redor do mundo, o HeartNavigator foi desenvolvido para aumentar a objetividade e simplificar o processo de planejamento  deste processo. Ao fazer isso, o HeartNavigator tem como objetivo reduzir a carga sobre os pacientes e melhorar sua assistência.
 

O HeartNavigator foi introduzido e comercializado na Europa no primeiro trimestre de 2011 e recentemente recebeu 510 mil de investimento da Food and Drug Administration (FDA). Como pioneiro e líder de mercado em cardiologia intervencionista, a Philips é uma das primeiras organizações a oferecer um portfólio completo nos EUA que inclui uma sala de operações híbridas com soluções de imagem e ferramentas intervencionistas avançadas que trabalham sem problemas de sincronia entre si.


“Depois da recente introdução comercial do transcateter de válvulas cardíacas nos EUA, nós agora ofereceremos implantações de válvulas cardíacas para um grupo de pacientes que tem riscos elevados associados a uma cirurgia cardíaca com operação cirúrgica aberta”, disse o Dr. Todd M Dewey, MD cirurgião cardiotorácico no Hospital médico da cidade de Dallas, Texas, EUA. “A implantação de uma válvula cardíaca via cateter tem a vantagem de ser minimamente invasivo, mas demanda uma maior qualidade de imagem e navegação precisa para garantir o posicionamento exato. O HeartNavigator nos dá uma visão muito melhor do procedimento, o que nos auxilia na preparação e execução do processo.”

Em contraste com uma cirurgia com abertura cardíaca, que envolve uma abertura significativa no peito do paciente, a substituição da válvula cardíaca menos invasiva requer apenas uma pequena incisão, na qual o catéter é inserido e guiado para o coração com a ajuda dedicados sistemas intervencionais Raios-X. Como as válvulas artificiais necessárias para estes procedimentos só foram recentemente inseridas comercialmente nos EUA, este procedimento menos invasivo está em estágios iniciais, mas espera-se um rápido aumento em breve. Na Europa, onde as válvulas já estão disponíveis comercialmente desde 2008, estima-se que mais de 13 mil substituições de válvulas cardíacas já tenham sido feitas em 2010 – um número que tem altas taxas de crescimento, em torno de dois dígitos ano sobre ano.


 Dr. H. Schröfel, cirurgião cardíaco sênior na Clínica de cirurgias de coração Karlsruhe, na Alemanha, comentou: “Eu planejo todos as minhas intervenções cirúrgicas com o HeartNavigator. Eu confio mais nas medições do HeartNavigator do que nas medidas fornecidas pelo scaner CT.” Até o momento já foram feitas 895 procedimentos de substituição da válvula aórtica do coração na Clínica Karlsruhe.

Devido ao mínimo processo invasivo de substituição da válvula do coração, esta intervenção priva o médico de ver e tocar o coração diretamente; é um procedimento complexo exige muita habilidade técnica. A Philips desenvolveu uma nova tecnologia que se funde no pré-operatório com o 3D CT Scan do coração do paciente e a visão em tempo real através de um Raio-X. Utilizando essa tecnologia, os médicos podem ver simultaneamente a anatomia detalhada do coração do paciente em 3D, a posição do cateter e a colocação e implantação da válvula artificial.


“Ao longo dos anos nós introduzimos soluções inovadoras que ajudaram a simplificar o procedimento minimamente invasivo e melhorar a assistência ao paciente” disse Bert van Meurs, vice-presidente sênior e gerente geral de sistemas de Raio-X da Philips Healthcare. “Nós estamos comprometidos em expandir oferecendo uma nova e crescente aplicação clínica de processos minimamente invasivos, como o reparo da estrutura do coração, e manter nossa posição de liderança na cardiologia intervencionista através da continua inovação e colaboração”.

Para mais informações, favor entrar em contato com:

Steve Klink - Comunicação Corporativa

Tel.: +31 20 5977415

E-mail: steve.klink@philips.com

 

Steve Kelly - Healthcare

Tel: +1-425-487-7479

E-mail: steve.kelly@philips.com

.

Sobre a Royal Philips Electronics

 A Royal Philips Electronics da Holanda (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa diversificada de saúde e bem-estar, com foco em melhorar a vida das pessoas por meio de inovações oportunas.  Líder global em cuidados com a saúde, estilo de vida e iluminação, a Philips integra tecnologia e design ao prover soluções para as pessoas, baseadas fundamentalmente em pesquisas com consumidores e na promessa de marca “sense and simplicity”. Com sede na Holanda, a Philips emprega aproximadamente 122 mil funcionários em vendas e serviços em mais de 100 países. Com um volume de vendas de 22,6 bilhões de euros em 2011, a empresa é líder de mercado em soluções para cuidados cardíacos, cuidados com a saúde em casa, soluções eficientes em iluminação e novas aplicações de iluminação, bem como em produtos de consumo e estilo de vida para o bem-estar pessoal, com forte posicionamento em barbeadores elétricos, entretenimento portátil e saúde bucal. Mais informações sobre a Philips podem ser encontradas no site www.philips.com/newscenter.

.