Campanha para detecção precoce do câncer de mama atendeu cerca de duas mil mulheres no Rio de Janeiro


Fruto de uma parceria entre Prefeitura do Rio de Janeiro, Philips e Projeto CIES, campanha teve duração de 19 dias e realizou mamografias gratuitas em três comunidades do município do Rio de Janeiro

Dezembro 1, 2011

Rio de Janeiro (RJ), Brasil – Em iniciativa referente ao mês mundial de combate e conscientização ao câncer de mama, o Outubro Rosa, a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro/SMSDC, a Philips e o Projeto CIES (Centro de Integração de Educação e Saúde), realizaram 1.970 exames de mamografia gratuitos na cidade do Rio de Janeiro, de 6 a 26 de outubro.

 

Os exames foram efetuados na unidade móvel do CIES, uma Carreta que teve toda sua estrutura adaptada pela Philips para a campanha, que proporcionou mais agilidade para o atendimento aos pacientes com indicação para o exame na rede pública municipal. A iniciativa também visou conscientizar a população sobre a importância da realização de mamografias regularmente para o diagnóstico precoce da doença, o que pode ser decisivo para a sobrevida das pacientes.

 

Com média de atendimento de mais de 100 mulheres por dia, o caminhão permitiu a realização do serviço às pacientes nas comunidades do Complexo do Alemão, onde foram atendidas 422 mulheres de 6 a 8 de outubro; Santa Cruz, com 596 atendimentos entre os dias 10 e 15; e em Bangu, com mais 952 mulheres examinadas de 17 a 26 de outubro. Com um total de 1.970 mulheres atendidas, a infraestrutura montada operou, praticamente, durante todo o tempo, com 100% de sua capacidade instalada e os envolvidos no projeto comemoram o sucesso da campanha de acesso à saúde para a população do Rio de Janeiro.

 

“Ficamos muito honrados com o sucesso da ação, pois desempenhar um papel no sentido de oferecer mais acesso à saúde e melhorar a qualidade de vida das pessoas é uma prioridade para a Philips, porque faz parte da nossa missão, seja no Brasil ou no mundo. Temos muito orgulho em poder fazer parte de um passo tão importante para a conscientização dos brasileiros sobre esse e outros tipos de doença, que podem ser detectados de forma precoce pelo diagnóstico por imagem”, comenta Victor Rocha, vice-presidente de Healthcare da Philips para América Latina.

 

Para o médico idealizador da Carreta da Saúde do CIES, Roberto Kikawa, o sucesso da ação está na mobilidade oferecida pela unidade móvel. “As pacientes foram atendidas em suas próprias comunidades, sem necessidade de grande deslocamento. Desta forma o tempo de espera para realização de exames foi diminuído e, a parceria com a Central de Regulação garante o retorno das pacientes às Clínicas de Família para continuidade do atendimento. É uma ação completa, pois todos estão envolvidos”, comemora o médico.

 

Perfil das mulheres atendidas

A maioria das quase duas mil mulheres que passaram pela Carreta da Saúde, 66,9%, pertence a uma das faixas etárias de maior atenção para a doença, entre 41 e 60 anos. Entre todos os atendimentos, 36,6% foram de mulheres entre 51 e 60 anos, 30,3% entre 41 e 50 anos e 17,4% entre 61 e 70 anos. As demais mulheres tinham menos de 40 ou mais de 70 anos. “Com a ação, ampliamos a oferta do exame na cidade e o resultado positivo contribuiu com a política de promoção e prevenção da saúde, garantindo a continuidade do tratamento das cariocas que necessitarem, por meio da rede SUS”, afirma o secretário municipal de Saúde e Defesa Civil, Hans Dohmann.

 

A melhor notícia é que, na maioria dos casos, o cenário é positivo. Somente 0,5% das mulheres que fizeram a mamografia foram encaminhadas para biópsia, pois apresentaram alterações na mamografia que precisam de uma investigação mais aprofundada. Essas pacientes possuem entre 41 e 70 anos, não têm casos de câncer na família e são mães de dois a três filhos.

 

De acordo com os laudos, 79,1% das mulheres examinadas receberam a orientação de realizar controle anual de rotina, enquanto 1,1% deverão procurar seu médico e repetir o exame de mamografia num intervalo mais curto (6 meses). Ainda do total de pacientes, 18,9% tiveram resultado dentro da menor faixa de risco e devem prosseguir com o acompanhamento médico padrão, de acordo com a sua faixa etária e fatores de risco.

 

Apenas 28,8% das mulheres examinadas apresentavam antecedentes familiares de primeiro ou segundo grau com câncer de mama ou ovário.

.

Câncer de mama nas mulheres brasileiras

Na última semana, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) divulgou um estudo sobre o cenário do câncer no Brasil e as projeções de incidência da doença para os próximos dois anos, chamado “Estimativa 2012 – Incidência de Câncer no Brasil”.

 

O estudo incluiu sete novas localizações de tumores na lista de tipos de câncer mais comuns no Brasil,  sendo eles bexiga, ovário, tireoide (nas mulheres), Sistema Nervoso Central, corpo do útero, laringe (nos homens) e linfoma não-hodgkin. Entre as observações e recomendações feitas pelo órgão, o câncer de mama foi considerado como uma das prioridades na saúde pública do País.

 

De acordo com esse levantamento, em 2012 o Brasil poderá apresentar 52.680 casos novos de câncer da mama, com um risco estimado de 52 casos a cada 100 mil mulheres.

 

O INCA ainda reafirmou que o câncer da mama é o tipo que mais acomete as mulheres em todo o mundo, tanto em países em desenvolvimento quanto em países desenvolvidos. A idade continua sendo seu principal fator de risco. As taxas de incidência aumentam rapidamente até os 50 anos e, posteriormente, esse aumento ocorre de forma mais lenta.

 

A ocorrência do câncer da mama também se encontra relacionada ao processo de urbanização da sociedade, evidenciando maior risco de adoecimento entre mulheres com elevado status socioeconômico, ao contrário do que se observa para o câncer do colo do útero.

.

Sobre a Philips do Brasil

A Philips do Brasil é uma subsidiária da Royal Philips Electronics da Holanda e atua no País há 87 anos. Líder dos mercados locais de eletroeletrônicos, eletrodomésticos portáteis, produtos para cuidados pessoais, lâmpadas, aparelhos de raio x e sistemas de monitoramento de pacientes. Outras informações para a imprensa estão disponíveis no site da Philips do Brasil: www.philips.com.br.

.

Sobre a Royal Philips Electronics

A Royal Philips Electronics da Holanda (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa diversificada de saúde e bem-estar, com foco em melhorar a vida das pessoas por meio de inovações oportunas.  Líder global em cuidados com a saúde, estilo de vida e iluminação, a Philips integra tecnologia e design ao prover soluções para as pessoas, baseadas fundamentalmente em pesquisas com consumidores e na promessa de marca “sense and simplicity”. Com sede na Holanda, a Philips emprega aproximadamente 120 mil funcionários em vendas e serviços em mais de 100 países. Com um volume de vendas de 22,3 bilhões de euros em 2010, a empresa é líder de mercado em soluções para cuidados cardíacos, cuidados com a saúde em casa, soluções eficientes em iluminação e novas aplicações de iluminação, bem como em produtos de consumo e estilo de vida para o bem-estar pessoal, com forte posicionamento em barbeadores elétricos, entretenimento portátil e saúde bucal. Mais informações sobre a Philips podem ser encontradas no site www.philips.com/newscenter.

.

Sobre o Projeto CIES e Carreta da Saúde

Projeto inovador de saúde integrada à educação, destinado à população de alta vulnerabilidade social com um método inovador pela gestão compartilhada, que envolve e mobiliza governo, empresas, sociedade civil e comunidades. Os atendimentos são autossustentáveis e baseados na tabela do SUS. Denominado Projeto CIES (Centro de Integração de Educação e Saúde), possui unidades móveis de atendimento médico adaptáveis às diversas situações e localidades: Carreta da Saúde, Van da Saúde e Box da Saúde. Roberto Kikawa, idealizador do CIES e membro fundador da Rede de Empreendedores Socioambientais da Folha, foi vencedor da edição de 2010 do Prêmio Empreendedor Social da Folha de São Paulo e Fundação Schwab, pela iniciativa. Site  www.projetocies.org.br

 

Philips Brasil – Relacionamento com a Imprensa

Érica Souza – erica.souza@philips.com – 11 6912-5254

Catherine Almeida – catherine.almeida@philips.com – 11 7094-6413

Gabriella Stoque - gabriella.stoque@philips.com – 11 7572-2465

 

OneVoice – Agência de Comunicação Philips

Ana Carolina Garcia – ana.garcia@onevoice.net.br – 11 5090-8912

Patricia Ribeiro – patricia.ribeiro@onevoice.net.br – 11 5090-8907

 

Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro – Ascom – 21 2976-2036/37

.