PARCERIA ENTRE PREFEITURA DE SÃO PAULO E AES ELETROPAULO


PARCERIA ENTRE PREFEITURA DE SÃO PAULO E AES ELETROPAULO

Janeiro 24, 2011

Projeto arrojado para a mais Paulista de todas as Avenidas prevê redução de 60% no consumo de energia e melhoria dos níveis de iluminação

 

São Paulo, Brasil – A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Serviços, vai modernizar todo o sistema de iluminação de um dos principais cartões postais e centros financeiros da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista. O projeto foi elaborado pela Luz Urbana em conjunto com o Departamento de Iluminação Pública (Ilume) e a obra está sendo executada em curto espaço de tempo pela concessionária AES Eletropaulo, desde a primeira semana de janeiro de 2011. As instalações estão sendo realizadas em uma importante operação que conta com a interdição de trechos da Avenida Paulista durante as madrugadas para garantir a segurança da população e dos trabalhadores. A inauguração da nova iluminação está prevista para o dia 25 de janeiro, em comemoração aos 457 anos de fundação da cidade de São Paulo.

 

O investimento no projeto é de R$ 3,5 milhões, feito pela AES Eletropaulo como contrapartida do acordo firmado no inicio de 2009 com a Prefeitura Municipal de São Paulo, no qual o município e a AES Eletropaulo equacionaram débitos existentes.

 

O projeto prevê a substituição de todos os 54 postes de concreto, sendo 39 deles de 25 metros de altura, com 16 lâmpadas de vapor de sódio de 400W,  e 15 deles com 12 metros de altura. Os novos postes serão 39 estruturas de 20 metros de altura equipadas com seis projetores com lâmpadas de Vapor Metálico de 315W. Os outros 15 postes terão 12 metros de altura e quatro projetores com lâmpadas de Vapor Metálico de 315W. Os postes são formados por quatro tubos de aço carbono com base de dois metros de altura de aço inox. As lâmpadas utilizadas apresentam tecnologia de última geração, mais eficientes.

 

Com a diminuição da potência das lâmpadas haverá uma redução mensal de 60% no consumo de energia, uma economia de aproximadamente R$ 100 mil por ano. Outro benefício está no nível de iluminância. Atualmente a média na pista da Avenida é de 12 lux. Com o novo sistema o nível será de 48 lux, ou seja, um aumento de 300% nos níveis de luminosidade. Além disso, o novo projeto contempla a iluminação das calçadas, que passarão de 4 lux para 20 lux, o que representa um aumento de 400% nos níveis de luminosidade, proporcionando maior sensação de segurança aos pedestres.

 

A Philips do Brasil foi a empresa escolhida para ser a fornecedora das soluções em iluminação. Além dos benefícios de economia de energia e aumento de luminosidade, o novo projeto prevê melhoria no índice de reprodução das cores, facilidade na manutenção e segurança, pois com os projetores assimétricos o fluxo luminoso será irradiado do leito carroçável até a calçada, suprindo a atual deficiência de iluminação.

 

“Esses resultados só foram possíveis devido à adoção da luz branca no projeto. Esse tipo de iluminação proporciona conforto visual, sensação de segurança, além de trazer o embelezamento da cidade, com melhor visibilidade de ruas, monumentos e arquitetura”, afirma Fernando Stinchi, Vice-presidente do setor de Iluminação da Philips do Brasil. “A adoção da luz branca na iluminação pública permite um alto fluxo luminoso e melhor Índice de Reprodução de Cores, o que na prática facilita a identificação de objetos, pessoas e veículos. Para conciliar uma boa iluminação, com sustentabilidade e beleza foram utilizadas luminárias Gullwing e as lâmpadas MASTER Colour Elite de 315W” , completa Fernando Stinchi.

 

“A Secretaria de Serviços, por meio do Departamento de Iluminação Pública – ILUME e a AES Eletropaulo, aceitaram o desafio de executar o projeto em tempo recorde, fazendo os ajustes e adaptações necessários para atender todas as sugestões e adequações propostas pelas entidades que atuam na Avenida, superando os desafios da logística de fornecimento de materiais e também as dificuldades de trabalhar em uma região de grande fluxo de pessoas e veículos. Nossa meta sempre foi a de dar um presente especial para a população paulistana, com o embelezamento do nosso ‘cartão postal’”, diz Roberto Mario Di Nardo, Diretor Executivo Comercial da AES Eletropaulo. 

 

"Será Avenida Paulista, em homenagem aos paulistas" 

 

Considerada um dos principais centros financeiros da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista recebe diariamente milhares de pessoas moradoras da capital, de outros estados e países. Ao longo de seus 2,7 quilômetros de extensão estão instaladas grandes empresas, bancos, consulados, hotéis, hospitais, instituições científicas e culturais.

 

A Avenida Paulista foi projetada pelo engenheiro uruguaio Joaquim Eugênio de Lima e inaugurada no final do século XIX. O projeto visava à construção de uma extensa via plana arejada e embelezada com um largo canteiro central de jardins, ao estilo das avenidas européias. Em 1909, o local se tornou a primeira via pública asfaltada do Estado de São Paulo.
 
No início do século XX, os barões do café iniciavam um processo de migração do interior do Estado de São Paulo para a Capital. Na cidade, a recém-chegada elite cafeeira ergueu opulentos palacetes das mais diversas composições arquitetônicas européias. Na época, a Avenida Paulista se transformava num dos grandes empreendimentos residenciais de luxo da cidade.

Durante anos, a Paulista foi uma região tipicamente residencial. A verticalização das construções (prédios), até então proibida, começou a acontecer por volta da década de 1950, e o início do comércio às margens da Paulista, em 1960. As mansões começavam a ser substituídas pelos prédios residenciais e comerciais.
 
Foi na década de 70 que a iluminação  atual foi instalada. Na época, a tecnologia era a mais avançada para os padrões. Ao longo dos anos foram feitas algumas intervenções como troca de lâmpadas de mercúrio por vapor de sódio e recapagem em alguns postes de concreto.
 
Recentemente a avenida passou por uma revitalização e os antigos mosaicos portugueses nos calçadões, foram substituídos por placas de concreto.

 

 

 

Ficha técnica do Projeto:

Projeto: Luz Urbana Engenharia

Design Torre: Arq. João Valente, LD. Plinio Godoy

Projeto Torre: Eng. Paulo Pasqualucci

Equipamentos e Lâmpadas: Philips

Fabricante Torre: Newlux

Instalação: AES Eletropaulo / F.M. Rodrigues

 

Sobre a Eletropaulo

Distribui energia elétrica para 24 municípios da região metropolitana de São Paulo - incluindo a capital - que, juntos, abrigam uma população de 16,5 milhões de habitantes. A área de concessão atendida pela empresa abrange 4.526 km² e concentra a região socioeconômica mais importante do país, com 6 milhões de unidades consumidoras. Em consumo e faturamento, a AES Eletropaulo é a maior distribuidora de energia elétrica da América Latina.

.

Sobre a Luz Urbana

A Luz Urbana Engenharia é uma empresa especializada em projetos de Valorização Urbana e Eficiência Energética, Planos Diretores de Iluminação e Sustentabilidade, responsável, entre outros, pelos projetos de iluminação viária e cenográfica da Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira, revitalização da iluminação do Pelourinho - BA e da iluminação de destaque do Tribunal de Justiça de São Paulo.

.

Sobre a Philips do Brasil

A Philips do Brasil é uma subsidiária da Royal Philips Electronics da Holanda e atua no País há 86 anos. Líder dos mercados locais de eletroeletrônicos, eletrodomésticos portáteis, produtos para cuidados pessoais, lâmpadas, aparelhos de raio-x e sistemas de monitoramento de pacientes. Outras informações para a imprensa estão disponíveis no site da Philips do Brasil: www.philips.com.br

.

Sobre a Royal Philips Electronics

A Royal Philips Electronics da Holanda (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa diversificada de saúde e bem-estar, com foco em melhorar a vida das pessoas por meio de inovações oportunas.  Líder global em cuidados com a saúde, estilo de vida e iluminação, a Philips integra tecnologia e design ao prover soluções para as pessoas, baseadas fundamentalmente em pesquisas com consumidores e na promessa de marca “sense and simplicity”. Com sede na Holanda, a Philips emprega aproximadamente 119 mil funcionários em mais de 60 países. Com um volume de vendas de 25,4 bilhões de euros em 2010, a empresa é líder de mercado em soluções para cuidados cardíacos, cuidados com a saúde em casa, soluções eficientes em iluminação e novas aplicações de iluminação, bem como em produtos de consumo e estilo de vida para o bem-estar pessoal, com forte posicionamento em flat TV, barbeadores elétricos, entretenimento portátil e saúde bucal. Mais informações sobre a Philips podem ser encontradas no site www.philips.com/newscenter.

.

Informações para a imprensa

Informações para a imprensa Eletropaulo

Aline Tolentino (11) 2195-7963
Claudia Santos (11) 2195-7964
Plantão 24 horas (11) 9617-9265
assessoriadeimprensagroup@aes.com

 

Informações para a imprensa Luz Urbana

Plinio Godoy - Lighting Designer

(11) 5571.2928

plinio@luzurbana.com.br

 

Informações para a imprensa Philips

One Voice

Ana Garcia / ana.garcia@ketchum.com.br / (11) 5090 8912

Juliana Wruck / juliana.wruck@ketchum.com.br / (11) 5090 8924

Fabricio Costa / fabricio.costa@ketchum.com.br / (11) 5090 8948

.